Equipe gonçalense irá faturar os pontos da partida por W.O. e voltará à zona de classificação
Garotada do São Gonçalo só voltará a campo na Série C Sub-20 no dia 25.
Foto: Divulgação.
O confronto previsto entre São Gonçalo FC e Condor, no próximo domingo (21), pela Série C Sub-20 do Campeonato Carioca, não irá acontecer. A equipe de Magé, por não ter comparecido a três jogos seguidos na competição, foi excluída da mesma pela federação, em resolução divulgada na última quinta-feira, em seu site oficial.

Dessa forma, o São Gonçalo FC herdará os três pontos da partida, sem ter que entrar em campo. Os gonçalenses, que foram derrotados na última quarta, pelo Nova Cidade, por 3 a 2, caíram para a terceira colocação do Grupo B, com 6 pontos, deixando o G-2. Mas a volta à zona de classificação está garantida, já que além dos três pontos do confronto diante Condor, o SGFC ainda contará com o duelo de líderes entre Nova Cidade e Heliópolis para ganhar ao menos uma posição na tabela.

Com o cancelamento da partida de domingo, o São Gonçalo FC só voltará campo pela Série C Sub-20 no dia 28, quando receberá no estádio Carlos Gonçalves, em Rio Bonito, o time do Heliópolis, às 15h.

VEJA TAMBÉM:

Classificação do Campeonato Carioca Série C Sub-20

Zagueiro marcou seu primeiro gol pela equipe e conseguiu se livrar das brincadeiras dos colegas de clube
Yago foi um dos mais emocionados após a conquista do acesso à Série B.
Foto: André Fabiano.
Um dos poucos jogadores titulares que ainda não havia feito gol na Série C Estadual pelo Gonçalense, o zagueiro Yago marcou pela primeira vez justamente no jogo mais emblemático da temporada, na vitória sobre a Esprof, por 3 a 0, que carimbou o passaporte à Série B. Foi dele o segundo tento, que serviu para cumprir uma promessa.

- Primeiro tenho que agradecer a todos os amigos e a Deus, que é fiel. Os companheiros estavam me cobrando o gol, pela minha altura. Falei com o Maurinho (atacante), antes do jogo, que iria fazer um gol e consegui cumprir a palavra no final - revelou Yago, demonstrando muita emoção.

- Vamos demonstrar tudo dentro de campo. Não tem nada ganho e vamos com os pés no chão. Só conquistamos o acesso por enquanto - declarou o defensor sobre a decisão.

O primeiro jogo da final entre Gonçalense e São Gonçalo FC acontece no próximo domingo (21), no estádio Lourival Gomes de Almeida, em Saquarema, às 15h. A diretoria do Tricolor já se movimentou e pretende levar cerca de 500 torcedores em sua caravana.

Alteração foi publicada na última quinta-feira, no site da federação
Raulino de Oliveira receberá jogo decisivo entre São Cristóvão e Itaboraí.
Foto: Divulgação.
O local da partida de volta entre São Cristóvão e Itaboraí, válida pelo play-off que dará uma vaga na Série B Estadual, foi alterado. Antes previsto para acontecer no estádio de Moça Bonita, em Bangu, o jogo foi transferido para o Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. A data, 28/09, e o horário, 15h, seguem os mesmos. A mudança foi publicada na última quinta-feira, no site oficial da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj).

Segundo informações do site FutRio, a medida foi tomada pela direção do time cadete em função da parceria com o Volta Redonda, que cedeu alguns jogadores em empréstimo, como o meia Glauber e o atacante Tiago Amaral. Pelo costume desses atletas em atuar no Raulino de Oliveira, já que pertencem ao clube do Sul Fluminense, a decisão foi tomada.

No próximo domingo (21), o Itaboraí recebe o São Cristóvão, no primeiro duelo, que acontecerá no estádio Alziro de Almeida, às 15h. Por ter melhor campanha na segunda fase, o São Cri-Cri jogará por dois empates para conquistar o acesso.

Atacante salientou a importância da força que vem da arquibancada na etapa decisiva da Série C
Bicão fez agradecimentos à torcida do Itaboraí antes de pedir o apoio.
Foto: Jhonathan Jeferson.
No último domingo, apenas cumprindo tabela, o Itaboraí derrotou o Arraial do Cabo, por 1 a 0, no estádio Alziro de Almeida. Se a vitória não teve efeito na tabela, ao menos serviu para ratificar ainda mais a força da Águia jogando em seus domínios. Além disso, alguns atletas que não vinham atuando com frequência foram utilizados, conforme explica Bicão, um dos titulares que entrou em campo.

- Tinha muito jogador que não vinha jogando e o professor optou por mesclar o time. O mais importante foi dar continuidade ao trabalho e conquistar a vitória dentro de casa que é sempre importante - disse Bicão, que fez um agradecimento aos torcedores e pediu ainda mais apoio na primeira partida do play-off diante do São Cristóvão, que valerá vaga na Série B do Rio.

- Primeiro temos que agradecer à torcida por tudo que ela fez durante o campeonato, sempre apoiando e não criticando. Vamos convocar ela e que venha em máximo número que puder, nos apoiando, para nós crescermos em casa e conseguirmos vencer o São Cristóvão - completou.

O Itaboraí se despede de sua torcida nesta temporada no domingo (21), no jogo de ida do play-off, no Alzirão. Os ingressos estarão à venda no local da partida, como de costume.

Clube promete grande festa na primeira partida da final, mesmo com mando de campo do adversário
Gonçalense realizará caravana com dez ônibus para levar seus torcedores à final.
Foto: Müller Souza / Divulgação GFC.
Ao que tudo indica, a primeira partida da final terá divisão de ingressos de maneira igualitária entre o São Gonçalo FC - mandante da partida - e o Gonçalense. Nesta quinta-feira (18), o Tricolor divulgou em seu site oficial como será a caravana que levará seu torcedor até o estádio Lourival Gomes de Almeida, em Saquarema, no domingo (21), às 15h.

Serão disponibilizados 10 ônibus, que irão partir de três pontos diferentes da cidade, com destino ao palco da decisão. Os coletivos sairão do Mutuá (dois), da Ponte Seca (dois) e do Jardim Catarina (quatro). O transporte, que partirá às 12h30 de todos os locais, não terá custo para o torcedor, que arcará apenas com o valor do ingresso, que será de 10 reais e serão adquiridos nas bilheterias do estádio.

Estudantes e menores de 21 anos de idade, com identificação, terão direito à meia entrada. Menores de 12 anos e maiores de 65, munidos de identidade, poderão usufruir da gratuidade. A lotação da caravana estará sujeita a ordem de chegada dos torcedores nos pontos de partida, conforme alertado pela assessoria de imprensa do Gonçalense.

Apesar da divulgação da caravana, a direção do São Gonçalo FC, que será o anfitrião, informou que uma reunião será realizada nesta sexta-feira (19), entre as partes, para acerto dos últimos detalhes.

Confira as localizações dos pontos de encontro da caravana do Gonçalense, conforme divulgado no site do clube:

Jardim Catarina (seis ônibus)
Ponto de partida: sede do clube, na Rua 27
Referência: atrás da lona cultural do bairro
Horário de saída: 12h30

Mutuá (dois ônibus)
Ponto de partida: Posto BR
Referência: ao lado do "Bar da Cachaça"
Horário de saída: 12h30

Ponte Seca (dois ônibus)
Ponto de partida: Posto da Ponte Seca
Referência: próximo à churrascaria "Cidade Grill"
Horário de saída: 12h30

Atacante tem 11 gols e é o artilheiro do Tricolor na Terceirona do Rio de Janeiro
Sabão é o artilheiro do Gonçalense na Série C Estadual com 11 gols marcados.
Foto: André Fabiano.
Um nome é sinônimo da boa fase que vive o Gonçalense, que conquistou o acesso à Série B do Campeonato Carioca e disputará a final da Série C contra o São Gonçalo FC. Sabão, que começou a competição como reserva, sendo utilizado no segundo tempo como uma espécie de talismã do treinador Emanoel Sacramento, conquistou seu espaço e se firmou entre os titulares, se tornando um dos ícones da campanha do Tricolor.

Falando em números, são 11 gols marcados na Terceirona, sem contar as inúmeras participações em lances decisivos durante as partidas. Com as palavras, porém, Sabão adota a timidez e define as metas do clube de maneira objetiva. Ele descarta o papel de craque do time e foca no coletivo.

- Não sou só eu (o craque). Todo grupo é merecedor. Vamos trabalhar com foco na decisão, que é um clássico histórico com dois times do município na final da terceira divisão. Vamos focar para buscar essa conquista e honrar a Deus, que vem nos abençoando - declarou, sem extensões.

O Gonçalense começa a decidir a Série C no próximo domingo (21), contra o São Gonçalo FC, no estádio Lourival Gomes de Almeida, às 15h.

Volante falou sobre importância do título, que fecharia a temporada de maneira brilhante
Pedrinho vê Gonçalense de cara nova para pegar o SGFC. Foto: Gabriel Farias.
O acesso já foi e o foco agora é no título da Série C Estadual. O volante Pedrinho, do Gonçalense, falou sobre o novo desafio. Para ele, grande parte do que foi planejado para a primeira temporada do Tricolor no profissionalismo, foi alcançado. O título agora, será a cereja do bolo.

- Nosso primeiro objetivo era conquistar o acesso e agora vamos seguir focados para buscar o título. Essa felicidade de todos demonstra que nosso dever foi cumprido, não 100%, mas 99% - disse Pedrinho, que vê um Gonçalense mais preparado para um novo embate com o rival.

- Acho que estamos mais preparados, alguns jogadores que não estavam chegaram e esse título vai encerrar nossa temporada com chave de ouro - completou.

A partida que abre a final acontece no domingo, dia 21, no estádio Lourival Gomes de Almeida, em Saquarema, às 15h. O segundo duelo será no dia 28, no Giulite Coutinho, em Mesquita. Por ter melhor campanha na primeira fase, o Tricolor joga por dois empates para ficar com a taça.

São Gonçalo FC, mandante do confronto, deve fazer divisão igualitária de ingressos com o rival
Lourival Gomes de Almeida, em Saquarema, será palco do início da decisão.
Foto: Divulgação Gonçalense.
São Gonçalo FC e Gonçalense começam a decidir no próximo domingo, dia 21, a Série C do Campeonato Carioca. O primeiro duelo acontece no estádio Lourival Gomes de Almeida, em Saquarema, às 15h. A carga de entradas disponibilizada pelo SGFC, mandante da partida, será de mil ingressos, que deverão ser vendidos a dez reais. A única dúvida que persiste é com relação à divisão dos mesmos.

Por ser o visitante, o Tricolor só teria direito a 10% da carga, ou seja, 100 (cem) entradas. Um acordo, partindo do próprio SGFC, porém, pode mudar esse panorama. A tendência é que ambas as partes entrem em acordo e dividam de maneira igualitária os ingressos, ficando 50% do número de tickets para cada lado.

O acordo seria repetido no duelo da volta, quando o Gonçalense mandará a partida no estádio Giulite Coutinho, em Mesquita. O diretor de futebol do Gonçalense, João Vicente, falou sobre a situação e demonstrou confiança num acordo entre as partes.

- Foi uma atitude bacana, que partiu do próprio Eduardo (Castro, vice-presidente do São Gonçalo FC), a ideia da divisão dos ingressos - disse o dirigente, sem no entanto confirmar a finalização do acordo.

- Se eles quiserem, repetiremos o combinado no jogo da volta. Queremos fazer desses dois jogos um grande espetáculo para o futebol de São Gonçalo, que colocou dois times na decisão - continuou João Vicente, que revelou que o Gonçalense solicitará, a princípio, três mil ingressos para o jogo decisivo no dia 28.

Do lado do São Gonçalo FC, a direção do clube ainda não se pronunciou sobre a oficialização da repartição igual dos ingressos. Com o andamente da semana, a tendência é de que não haja venda antecipada. As compras deverão ocorrer somente no dia do jogo. Possíveis caravanas ainda não foram divulgadas pelas direções, que devem aguardar a definição do imbróglio dos ingressos.

Volante do Gonçalense também destacou embalada da equipe na competição, onde já ocupa a vice-liderança de sua chave
Batata fez o gol salvador que garantiu a vitória do Gonçalense sobre o União.
Foto: Gabriel Farias.
O Gonçalense recebeu o lanterna de seu grupo na Série C Sub-20 do Campeonato Carioca, na última quarta, e ao contrário do que se esperava, não teve moleza. O Tricolor suou para conquistar o resultado positivo. O gol salvador só veio em cobrança de falta executada por Batata, que contou com grande colaboração do goleiro.

- Parabéns à equipe. Você vê que o campo não ajuda, mas a gente corre demais. Estávamos precisando do resultado, estava difícil, e num jogo dentro de casa o time deles veio para cima. Um pouco de sorte não faz mal a ninguém. Deus me illuminou para conseguir a vitória - disse Batata, que lembrou que o Gonçalense segue invicto e na vice-liderança do Grupo C, na zona de classificação às quartas de final.

- Estamos focados na tabela, brigando lá na frente. Tinha um confronto direto lá em Itaboraí (Itaboraí contra São Pedro) e nós fizemos nossa parte em casa, com três pontos. Foi citado isso nos treinamentos, que toda vez que jogarmos em casa, temos que conquistar os três pontos. Agora é focar de novo para seguir embalado no campeonato - complementou.

O Gonçalense volta a campo no domingo (21), para enfrentar o São Pedro, no estádio Waldemar Tadio, na Região dos Lagos, pela quarta rodada da fase de classificação.

Treinador minimizou vantagem do rival e ressaltou lacunas do regulamento, que tiram o peso do primeiro duelo
Marcus Cravo acredita em final ofensiva na Série C. Foto: Gabriel Farias.
São Gonçalo FC e Gonçalense abrem a decisão da Série C do Campeonato Carioca no próximo domingo (21), no estádio Lourival Gomes de Almeida, em Saquarema, às 15h. Mandante da partida, o SGFC tem, teoricamente, a responsabilidade pela vitória. Além disso, um resultado positivo quebraria a vantagem de dois empates que o Tricolor tem direito.

Treinador do São Gonçalo, Marcus Cravo deu seu parecer sobre a tão esperada final. No seu entender, as duas partidas serão realizadas em campo neutro e o primeiro duelo, pouco deve interferir no destino da taça. A vantagem de dois empates do Gonçalense também foi minimizada.

- As duas partidas vão ser jogadas em campo neutro e no primeiro jogo, a vitória não credencia a nada - disse Cravo, lembrando que não existe o saldo de gols como critério de desempate na decisão. Dessa forma, mesmo que uma equipe abra grande vantagem no placar, em nada vai adiantar, já que a outra jogará por uma vitória simples para forçar a disputa de pênaltis no duelo da volta.

- A vantagem do Gonçalense existe, mas é pequena. Acho difícil acontecer dois empates. Nesse primeiro jogo algum time deve vencer e forçar o outro a ir com tudo no segundo - completou o técnico.

Marcus Cravo finalizou fazendo uma previsão de como o adversário deve jogar. Mesmo jogando por dois empates, ele não acredita que o Gonçalense atuará retraído no campo de defesa.

- Nós vamos jogar de maneira ofensiva e acredito que eles também. Não acredito que vão mudar o estilo de jogo na final.

Jogadores que fazem parte do elenco principal também vão contribuindo no time sub-20
Paulo Cesar explicou a estrutura do trabalho base-profissional do Itaboraí.
Foto: Futebol Gonçalense.
O Itaboraí vai fazendo boa campanha neste início de Série C Sub-20 do Campeonato Carioca. Em três jogos disputados, a Águia soma 7 pontos e lidera o Grupo C. O elenco, que vem treinando junto há cerca de dois meses, ganhou alguns reforços de luxo, como os meias Brune e Mateus Felipe, e o atacante Hiago, que atuam entre os profissionais.

Treinador da equipe de cima, que vai lutando para conquistar o acesso à Série B do Estadual, Paulo Cesar Teixeira resumiu a importância do trabalho em conjunto realizado entre as categorias de base e o time principal do Itaboraí.

- Se você quiser ter um clube forte hoje em dia, tem que investir em categoria de base. O jogador da base é identificado com o clube, veste a camisa com amor e é um jogador que você vem lapidando com tempo até chegar no profissional - explicou, para em seguida falar sobre o treinador da equipe sub-20, Silvestre dos Anjos.

- O Silvestre trabalha comigo no profissional e assumiu o juniores. Por isso trabalhamos integrados para quando o atleta chegar no profissional, já estar acostumado com a gente - completou Paulo Cesar.

O próximo desafio da garotada do Itaboraí será no dia 25, fora de casa, contra o Rubro Social. No profissional, o Azulão disputa o primeiro jogo do play-off de acesso da Terceirona contra o São Cristóvão, no domingo (21), no estádio Alziro de Almeida, às 15h.

Tricolor medirá forças com os grandes clubes do Rio de Janeiro numa das modalidades que mais vem crescendo no país

O Gonçalense nasceu em novembro de 2013 e já conquistou o acesso à Série B do Campeonato Carioca no futebol de campo. Mas o desejo dos dirigentes do clube parece ser o de ampliar ainda mais atuação de sua equipe. Através de seu site oficial, a agremiação confirmou que irá jogar o Campeonato Carioca de Futebol 7 de 2014.

O contrato com a Federação de Futebol 7 do Rio de Janeiro (FF7RJ) foi assinado na última terça-feira. A tendência é que a tabela da competição, grupos, locais dos jogos e fórmula de disputa sejam divulgados nos próximos dias, já que a previsão de início do campeonato é na data de 27 de setembro.

Mais informações sobre a participação do Tricolor serão divulgadas em breve, conforme o comunicado no site oficial.

Equipes mantiveram invencibilidade na jornada do último fim de semana e estão na ponta de suas chaves
O Só Canela lidera o Grupo B da Série Ouro de Futebol 7 em São Gonçalo.
Imagem: Divulgação.
A Série Ouro de Futebol Sete, competição promovida pela LSGF7, teve no último fim de semana a disputa da terceira rodada da segunda fase. Foram oito jogos disputados na Arena F7 do Clube Mauá, na Estrela do Norte, e no Sest Senat, em Tribobó. O Ultimate, que empatou com o Manchester por 3 a 3, lidera o Grupo E. Na Chave F, quem está na frente é o Só Canela, que derrotou o Dig Din por 2 a 0.

Nas outras partidas, destaque para a segunda vitória seguida do Adelia Sete Roma, por 5 a 3 sobre o Quilmes. Em segundo no Grupo F, o Unidos da Amizade venceu o Divino por 3 a 2. Demais resultados: Dragões do Campo 1x3 Jardim Alcântara; Osórios 3x1 Alzirão; Destino 2x4 Pita; Master 2x0 Covanca.

As equipes voltam a campo para a disputa da quarta rodada no próximo domingo. A classificação da segunda fase é a seguinte: Grupo E - 1º) Ultimate, 7; 2º) Adelia Sete Roma, 6; 3º) Quilmes, 6; 4º) Osórios, 6; 5º) Jardim Alcântara, 3; 6º) Alzirão, 3; 7º) Manchester de New City, 1; 8º) Dragões do Campo, 0. Grupo F - 1º) Só Canela, 9; 2º) Unidos da Amizade, 6; 3º) Pita, 6; 4º) Destino, 4; 5º) Divino, 3; 6º) Dig Din, 3; 7º) Master, 3; 8º) Covanca, 1.

Águia teve dificuldades, mas superou o São Pedro e manteve a liderança de sua chave; SGFC foi superado fora de casa e deixou o G-2
O Itaboraí venceu mais uma na Série C Sub-20 e lidera o Grupo C.
Foto: Futebol Gonçalense.
A quarta-feira (17) foi de bola rolando para a terceira rodada da Série C Sub-20 do Campeonato Carioca, primeira fase. O Itaboraí recebeu o São Pedro, no estádio Alziro de Almeida, e venceu pelo placar de 3 a 2. A Águia segue na liderança do Grupo C, com 7 pontos ganhos, junto do Gonçalense, mas levando a melhor no saldo de gols.

O São Gonçalo FC não teve a mesma sorte e sofreu seu primeiro revés na competição. Os gonçalenses foram até Nilópolis, no estádio Joaquim de Almeida Flores, e foram superados pelo Nova Cidade, por 3 a 2. O SGFC caiu para a terceira colocação, com 6 pontos, enquanto Heliópolis e o próprio Nova Cidade ocupam a zona de classificação, ambos com 7 pontos.

No próximo domingo (21), pela quarta rodada da etapa de classificação, o São Gonçalo FC vai em busca da recuperação, no estádio Carlos Gonçalves, em Rio Bonito, onde receberá o Condor. O Itaboraí, por sua vez, só volta a campo no dia 25, quando pega o Rubro Social, no Areal FC, em Araruama.

VEJA TAMBÉM:

Classificação do Campeonato Carioca Série C Sub-20

Tricolor pulou para a liderança do Grupo C da Terceirona de Juniores com a vitória conquistada

Por Gabriel Farias
O Gonçalense bateu o União de Marechal Hermes no Clube Esportivo Mauá.
Foto: Gabriel Farias.
O Gonçalense conquistou sua segunda vitória em três jogos na Série C Sub-20 do Campeonato Carioca. Nesta quarta-feira (17), o Tricolor Metropolitano recebeu o União de Marechal Hermes e mesmo com muita dificuldade, conseguiu a vitória pelo placar mínimo, no Clube Esportivo Mauá, em São Gonçalo.

Batata, em cobrança da falta, fez o gol que garantiu o resultado positivo ao Gonçalense, que ocupa a vice-liderança do Grupo C, com 7 pontos ganhos, mesma pontuação do Itaboraí, que fica na frente pelo saldo de gols. O União de Marechal, por sua vez, segue na parte de baixo, ocupando a lanterna, sem saber o que é pontuar. O Gonçalense volta a campo no próximo domingo (21), quando vai até o estádio Waldemar Tadio, para enfrentar o São Pedro.

Gonçalense domina as ações, mas só marca na segunda etapa

Brigando pela liderança e enfrentando o lanterna da chave, o Tricolor se lançou à frente, mas nas duas melhores oportunidades, o atacante Talisson não conseguiu marcar. Primeiro, aos 9 minutos, ele recebeu na grande área e finalizou, mas o goleiro Leonardo colocou para escanteio. Logo em seguida, em lance parecido, o camisa nove dividiu com o goleiro, mas não conseguiu mandar para as redes.

O duelo, que passou a ser disputado no meio de campo, com direito a muita marcação e pouca criação de jogadas, apresentou poucas chances de gol. Na melhor delas, Joseph aproveitou bola espirrada na defesa do União de Marechal e testou firme. Mais uma vez o camisa um Leonardo salvou os visitantes.

Depois do intervalo foi o União quem voltou mais animado e por pouco não conquistou a vantagem no placar. Diogo aproveitou cruzamento na grande área e escorou para o gol, mas o juiz anulou o tento alegando falta de ataque. Em cobrança de falta, aos 17, Andrey buscou o ângulo de Fernando, que voou para fazer bela defesa.

O Tricolor, aos poucos, foi retomando o controle da partida, mas pecava sempre no último passe. Se com a bola rolando não acontecia, foi pelo alto que o Gonçalense achou seu gol. Batata tentou cruzamento do bico da área, mas mandou na mão do goleiro Leonardo, que ao tentar encaixar, acabou colocando para dentro do próprio gol: 1 a 0.

Mais inteiro fisicamente, o Gonçalense ainda teve duas chances de ampliar, mas não conseguiu. Na primeira delas, Saimon bateu falta curta para Oliveira, que chutou por cima. Aos 47, Zé Pequeno foi lançado em velocidade e finalizou forte da entrada da área, mas mandou por cima.

Ficha Técnica
Gonçalense 1x0 União de Marechal
Campeonato Carioca Série C Sub-20 - 1ª Fase - 3ª Rodada
Clube Esportivo Mauá, São Gonçalo - RJ
Dia 17 de setembro (quarta-feira) - 15h

Árbitro: Thiago Pinheiro Ferreira
Assistentes: Vagner Moreira Lima e Thiego Miller Duarte de Oliveira
Cartões Amarelos: Batata e Zé Pequeno (GON); Yago, Rafael, Jhonatan e Jackson (UMA)
Cartões Vermelhos: Jhonatan (UMA)

Gols: Batata, 22'/2ºT (1-0)

Gonçalense
Fernando; Gabriel (Jean), Joseph, Biscoito e Matheus; Batata, Oliveira, Zé Pequeno e Henrique (Maik); Talisson e Saimon. Técnico: Claudio Pinduca

União de Marechal
Leonardo; Yago, Andrey, Jean e Gabriel; Rafael, Charles (Luciano), Jhonatan e Jackson; Diogo e Willian (Jorginho). Técnico: Claudio Luiz

VEJA TAMBÉM:

Classificação do Campeonato Carioca Série C Sub-20

Meia falou também sobre a expectativa para a decisão contra o rival São Gonçalo FC
Bernardo admitiu que título sobre rival será mais saboroso. Foto: Gabriel Farias.
Com a sensação de dever cumprido. Assim estão os jogadores do Gonçalense depois de conquistarem o acesso à Série B do Campeonato Carioca. A grande pressão formada sobre o clube, que investiu pesado para garantir a vaga, se tornou uma responsabilidade a mais para os atletas, que demonstraram alívio após carimbarem o passaporte.

- O sentimento e de dever cumprido, com certeza. Tenho que agradecer a Deus por tudo. Desde o início o objetivo era esse, o acesso, e trabalhos forte o tempo todo, sem deixar cair o ritmo e agora fomos coroados - declarou Bernardo, que não escondeu a motivação extra, ao ser perguntado se uma final com clássico era ainda melhor.

- Com certeza é mais legal. Vamos buscar esse título diante do São Gonçalo FC - finalizou.

O primeiro duelo da final acontece no domingo (21), no estádio Lourival Gomes de Almeida, com mando de campo do SGFC. Uma semana depois, no Giulite Coutinho, o Gonçalense será o anfitrião. Por ter melhor campanha na primeira fase da Série C, o Tricolor jogará por dois empates.

Volante falou que principal objetivo já foi conquistado e que título seria o "bônus" da temporada
Dyeguinho é abraçado pelo vice-presidente do clube, Thiago Thomaz.
Foto: Gabriel Farias.
Em divisões intermediárias, como a Série C Estadual, o acesso muita das vezes é mais valorizado que o título e no Gonçalense, o pensamento parece ser esse. Depois do próprio presidente do clube declarar que o mais importante já havia sido conquistado, foi a vez do volante Dyeguinho seguir o mesmo discurso, minimizando a responsabilidade pela conquista do troféu.

- Mesmo tendo a final pela frente, a certeza é de que cumprimos aquilo que foi planejado. O título, como eu falei para os jogadores, será como um bônus. Se ganhar ou não, já conquistamos o mais importante que era o acesso. Claro que ser campeão é ótimo, mas se não for também está tranquilo - disse o camisa 20.

Se alguns jogadores preferem apimentar a rivalidade entre Gonçalense e São Gonçalo FC na decisão, outros, como Dyeguinho, preferem dar uma esfriada nos ânimos. Para o volante, o clima hostil tem que ser deixado para trás.

- Eu joguei dois anos lá (no São Gonçalo FC), tenho amigos no clube e acredito que a rivalidade já acabou. Algumas pessoas de lá falam algumas coisas, mas acredito que não precisamos disso. Somos todos atletas profissionais. A rivalidade, tendo ou não, não importa. O que vale é o resultado dentro de campo e que vença quem for o melhor - completou.

Gonçalense e São Gonçalo FC fazem o primeiro duelo da final no próximo domingo (21), no estádio Lourival Gomes de Almeida, às 15h. O segundo duelo será no dia 28, no Giulite Coutinho, em Mesquita. O Tricolor joga por dois empates para ficar com a taça.

Atacante lembrou da força do São Cristóvão e da necessidade de se fazer um bom resultado dentro de casa
Açúcar foi mais um integrante do Itaboraí a destacar o apoio da torcida.
Foto: Jhonathan Jeferson.
O Itaboraí encerrou a segunda fase da Série C Estadual derrotando o Arraial do Cabo, por 1 a 0. Açúcar fez o gol do triunfo e falou sobre a importância desse resultado, que a olho nu, não mexeu em nada na situação da Águia no campeonato, mas que trouxe benefícios, conforme explicou o atacante.

- Foi bom para manter o ritmo para a partida contra o São Cristóvão, que não é um time fraco. Temos que ir para cima deles. O mesmo ritmo que eles colocarem, nós temos que responder.

Açúcar, assim como o treinador Paulo Cesar Teixeira e o zagueiro Rudi, aproveitou para pedir o apoio dos torcedores na primeira partida do play-off, que acontecerá no próximo domingo (21), no estádio Alziro de Almeida. Uma vitória é essencial para desfazer a vantagem de dois empates dos cadetes.

- Precisamos bastante da torcida presente, porque será um jogo difícil, com o primeiro duelo aqui e temos que ganhar de qualquer jeito. Queremos muito o apoio da torcida.