Grande parte do elenco campeão da Série C na última temporada teve contrato renovado, o que aumenta a confiança dos atletas
Thiaguinho destacou força do elenco do Gonçalense. Foto: Gabriel Farias.
Para a disputa da Série B do Campeonato Carioca o Gonçalense se reforçou com atletas experientes como Marcos Denner e William Amendoim, além de jovens com grande potencial de crescimento como Raí e Jhonata. No entanto, a chave do rápido entrosamento em 2015 pode ser encontrada na manutenção do elenco campeão da Terceirona em 2014 e que foi mantido em quase sua totalidade.

Os resultados vão sendo vistos dentro de campo durante a pré-temporada. Foram quatro vitórias e um empate nos jogos-treino realizados. Triunfos sobre Botafogo e Tigres - clubes da elite estadual - mereceram destaque. Capitão do time em 2014, Thiaguinho falou sobre a mentalidade da diretoria tricolor, que valorizou o elenco vencedor.

- A equipe voltou bem. Manteve a base e isso teve uma boa repercussão. A maioria diz que o clube que mantém a base briga para não cair, mas estamos demonstrando que não é isso que vai acontecer. Nossa equipe está focada e determinada. Estamos demonstrando isso dentro de campo - disse o lateral-direito.

Em sua posição Thiaguinho não terá moleza. Ele vem travando uma briga intensa com Sales pela camisa dois. Despido de vaidades, o atleta reconhece que, mesmo que não seja o titular, o Tricolor estará bem servido.

- Nosso elenco mostrou ser forte não só na lateral-direita, mas em todas as posições. O Gonçalense está bem servido e independente de quem venha a jogar, o papel vai ser bem cumprido - garantiu.

O Gonçalense segue se preparando para a Série B. A estreia acontece no dia 7 de março, contra o Olaria.

Jogador foi o principal atleta da competição que revelou novos talentos para o futebol 7 de São Gonçalo
Craque da competição, Yago quer Ajax focado nas próximas competições.
Foto: Jhonathan Jeferson.
O Ajax vinha invicto no Torneio Primavera-Verão de Futebol 7, até que na grande final foi derrotado pelo Enbfut, por 4 a 2. Se não conquistou o título, pelo menos a equipe sai da competição com saldo positivo: um elenco forte e respeitado e com um grande jogador. Yago, com 11 gols, foi vice-artilheiro do campeonato e eleito também o melhor atleta.

- Estou feliz de ter participado do campeonato. Fui convidado para jogar nessa equipe onde jogamos juntos desde pequeno. Estou feliz não pelo resultado final, mas pelo campeonato. Chegamos bem, mas queríamos ganhar. Trocaria o prêmio de craque pelo título da competição - reconheceu Yago, que acredita num 2015 de alegrias para o Ajax.

- Vou me manter nesse grupo, que vai fortalecer. Vai entrar gente boa para jogar. Vamos tentar ganhar a Série Bronze e procurar ir bem na Copa.

O Ajax está confirmado na Copa São Gonçalo, que reunirá 40 equipes do município numa competição em sistema de mata-mata. A bola rola no dia 31. Com o vice-campeonato do Torneio Primavera-Verão, o Ajax também se garantiu na Série Bronze, que acontece no segundo semestre.

Equipe surpreendeu favoritos e obteve conquista inédita no futebol 7 de São Gonçalo
Douglas e Lucas: dupla decisiva no título do Enbfut no Torneio
Primavera-Verão. Fotos: Jhonathan Jeferson.
No último fim de semana a equipe do Enbfut faturou o título do Torneio Primavera-Verão de Futebol 7, competição promovida pela Liga de São Gonçalo da modalidade. A conquista veio numa vitória emocionante sobre o Ajax, por 4 a 2. A dupla Lucas e Douglas, com dois gols cada, teve papel fundamental no levantamento da taça.

Lucas, com 12 gols, foi o artilheiro da competição. Além da taça de campeão, ele ainda voltou para casa com a premiação individual. No entanto, com os pés no chão, ele preferiu destacar os méritos do Enbfut como um todo.

- A equipe toda está de parabéns, sempre unida. Nem sempre todos puderam comparecer, mas nos superamos. Agradeço a todos pelo prêmio de artilheiro. Esse prêmio é do grupo - disse Lucas.

Douglas, por sua vez, foi preponderante na decisão. Ele marcou o primeiro e último gol do Enbfut, deixando a conquista mais próxima em um duelo pra lá de equilibrado contra o Ajax, que entrava na final com a melhor campanha do Torneio Primavera-Verão.

- Ano passado chegamos nas semifinais, mas dessa vez a união do grupo prevaleceu. Corremos atrás juntos e conseguimos sair campeões.

O Enbfut e mais 39 equipes se preparam agora para a Copa São Gonçalo de Futebol 7, que terá seu pontapé inicial no dia 31 de janeiro. A competição terá sua tabela divulgada no decorrer da semana.

Elenco ficará uma semana em Cachoeiras de Macacu, onde realizará terceiro jogo-treino da pré-temporada no sábado
Marquinhos Silva aprovou desempenho do SGFC em mais um jogo-treino.
Foto: Gabriel Farias.
Com quinze dias de preparação completados na pré-temporada, o São Gonçalo FC começa a demonstrar evolução. Segundo o treinador Marquinhos Silva, as características que ele julga necessárias ao seu elenco começaram a ser observadas com mais facilidade, principalmente no último jogo-treino, no empate por 1 a 1 com a Cabofriense.

- O desempenho agradou porque tivemos uma semana de trabalho e já vimos coisas sendo colocadas em prática, jogadores assimilando nossa proposta, dentro de uma nova forma de jogar. Colocamos algo nosso e foi absorvido. A tendência é cada vez mais haver uma evolução por parte deles (jogadores) - disse Marquinhos.

O São Gonçalo FC realizou nesta segunda seu primeiro dia de treinamentos em Cachoeiras de Macacu, onde ficará por uma semana no Sítio AJ8. No sábado, um jogo-treino contra o selecionado local acontecerá no estádio municipal.

- Estamos conhecendo melhor o elenco. A tendência é darmos oportunidades e casar formações, vendo o que funciona melhor. Com o passar do tempo vamos caminhando para a definição da equipe base para nossa estreia - encerrou o treinador.

Tricolor ainda terá pouco mais de um mês de preparação até estreia na Segundona
Emanoel Sacramento quer condicionar fisicamente seu elenco na reta final de
pré-temporada. Foto: André Fabiano.
O Gonçalense iniciou 2015 testando seu elenco de maneira consecutiva. Depois de vencer os juniores do Boavista e o Tigres no final da temporada passada, o Tricolor iniciou o ano novo com vitórias sobre Botafogo e Ponta Negra, além do empate contra a Cabofriense. Os testes serviram para o treinador Emanoel Sacramento avaliar todo o elenco e chegar perto da definição de seu time titular.

Em entrevista exclusiva ao Site Futebol Gonçalense, o técnico do Gonçalense falou sobre a reta final de pré-temporada, analisou os resultados obtidos até aqui e elogiou o rápido entrosamento entre as peças novas do Tricolor e os remanescentes de 2014.

PLANEJAMENTO

"No nosso planejamento estamos agora na etapa de condicionar fisicamente os atletas para jogo. Vamos dar uma segurada nos jogos-treino, podendo marcar novos compromissos a partir do próximo final de semana. Vamos qualificar os atletas para a Série B."

RESULTADOS

"Em termos de resultado fomos muito bem jogando contra equipes de primeira divisão e uma de juniores. Os novos atletas pegaram bem o trabalho, facilitado pela manutenção da maioria do elenco do ano passado. Deu uma sustentação boa. Os resultados eram esperados não só pela qualidade, mas pela motivação e ânimo, que contam muito."

TIME TITULAR

"Costumo falar que o trabalho é muito próximo ao de todos (os concorrentes), mas a ministração é um diferencial na nossa maneira de ver. Dou o mesmo treinamento para todo mundo, qualificando todos como titulares, mas é claro que tenho uma equipe base, ou pelo menos 90% do time que eu costumo dizer titular."

FORÇA DO ELENCO

"É uma competição diferente, com jogos no meio de semana e no final de semana e vamos precisar de todos em condições de serem titulares. Vamos continuar dessa maneira, dando chance a todos, mas definindo o primeiro e o segundo time nos jogos-treino. Quase sempre o segundo time fez mais gols que o primeiro. Assim foi contra Botafogo, Cabofriense, Boavista, quando fizermos cinco gols com o segundo time. Supostamente há um segundo time, mas o trabalho é igual e isso qualifica as duas formações."

Jogadores irão treinar em dois períodos entre terça e quinta; no sábado, realizam mais um amistoso
Elenco do São Gonçalo FC ficará retirado durante uma semana no Sítio AJ8.
Foto: Divulgação/AJ8.
Depois das duas primeiras semanas de treinamento o São Gonçalo FC dará um importante passo em sua preparação visando a Série B Estadual. Nesta segunda-feira (26), elenco e comissão técnica viajam para o município de Cachoeiras de Macacu, onde realizarão uma semana de atividades em ritmo de concentração no Sítio AJ8.

A primeira movimentação comandada pelo treinador Marquinhos Silva acontece já nesta segunda, na parte da tarde. Entre terça e quinta, o plantel realizará atividades em dois períodos. A preparação longe de São Gonçalo chega ao fim no sábado, quando o SGFC enfrentará um selecionado de Cachoeiras de Macacu, em jogo-treino no estádio municipal.

- Essa semana vamos estar trabalhando juntos, com atividades em dois períodos de terça à quinta. A tendência é evoluirmos cada vez mais - disse o treinador Marquinhos Silva.

O São Gonçalo FC realizou dois testes na pré-temporada. Primeiro foi derrotado pelo Boavista, por 2 a 1. Na sequência empatou com a Cabofriense: 1 a 1. A estreia na Série B acontece em 7 de março, contra o Ceres, fora de casa.

Meia, que possui experiência na competição, quer ver o Tricolor largando na frente dos adversários
Gilmax fez projeção inicial do Gonçalense para a Série B do Carioca.
Foto: Gabriel Farias.
Faltando pouco mais de um mês para o início da Série B do Campeonato Carioca, a expectativa entre os atletas começa a crescer. No caso do Gonçalense, que se prepara desde novembro do ano passado, os jogadores demonstram enorme vontade de entrar em campo.

O meia Gilmax falou sobre a pré-temporada, onde o Tricolor vem apresentando bons resultados e projetou a Segundona. Segundo o camisa 10, é importante largar na frente dos adversários com bons resultados nos primeiros compromissos da tabela.

- Temos sempre que evoluir, até mesmo quando começar o campeonato. Não podemos nos deixar levar por essas cinco partidas que a gente fez. Quando o campeonato começar serão muitas partidas importantes. É uma competição curta e quem começar melhor é que vai sobressair no final - analisou Gilmax, que em 2014 disputou a Série B pelo Goytacaz.

Sobre os jogos-treino realizados até aqui, o meia do Tricolor destacou principalmente a vitória sobre o Botafogo, por 1 a 0.

- Foram muito proveitosas essas cinco partidas, principalmente essa última contra o Botafogo, que foi a mais dura. Nós conseguimos a vitória, mas não podemos deixar subir a cabeça. Temos que trabalhar mais e mais, porque quando estiver valendo três pontos será o mais importante - alertou.

A estreia do Gonçalense na Série B acontece no dia 7 de março, contra o Olaria. O mando será do Tricolor, mas ainda não há local definido.

ENB abre vantagem, se defende, leva um susto mas é campeão do Torneio Primavera-Verão

Por Jhonathan Jeferson

Neste domingo (25), foi conhecido o primeiro campeão de 2015 no futebol 7 de São Gonçalo. O ENB bateu o Ajax por 4 a 2 e conquistou seu primeiro título da Liga de São Gonçalo de Futebol 7. Com seis vitórias, um empate e duas derrotas, o ENB chegou como azarão na final, já que do outro lado tinha a equipe do Ajax que vinha invicta até a grande final, com oito vitórias e apenas um empate.
Após o quarto gol, equipe do ENB foi pra galera. Foto: Jhonathan Jeferson
O que se viu em campo foi um jogo bem equilibrado desde o início, com as duas equipes tentando buscar o gol e sempre esbarrando na forte marcação adversária. Mas o resultado final mostra que quem aproveitou melhor as oportunidades foi o ENB que com gols de Lucas e Douglas - ambos fizeram dois - venceu por 4 a 2, com Yago e Fabiano descontando para o Ajax.

ENB sai na frente e goleiro Jeferson salva o time no final

Com uma partida bem movimentada os times iniciaram se estudando e na primeira chance clara, saiu o gol. Walace fez boa jogada e rolou pra Douglas, que de perna direita chutou forte e rasteiro, para fazer 1 a 0. Logo depois o Ajax respondeu com Yago, que passou por dois marcadores dentro da área e tocou na saída de Jeferson, mas Samuel conseguiu tirar em cima da linha.

Já no último lance de grande perigo do primeiro tempo, a equipe do Ajax teve a grande chance do empate. Após a quinta falta adversária, Pedro chamou a responsabilidade para a cobrança do shoot-out. Ele avançou e tocou na saída de Jeferson, que conseguiu tocar com a perna e ainda viu a bola caprichosamente tocar a trave.

Segunda etapa emocionante garante o título para o ENBFut

O segundo tempo cheio de gols era o que faltava para deixar a final ainda mais bonita. Logo em sua primeira chegada, o ENB mostrou que voltou ligado. Lucas recebeu lançamento longo, matou no peito e sem deixar cair, de perna esquerda, fuzilou o goleiro Wallace que nada pôde fazer, ampliando o marcador para 2 a 0.

Com o resultado mais ainda a seu favor, a equipe do ENB se segurou na defesa, para sair nos contra-ataques e deu certo. No primeiro lance bem encaixado, Lucas recebeu na frente, levou pra canhota e mais uma vez venceu o goleiro Wallace, praticamente garantindo o título.

Mas só parecia, isso porque logo depois, Ronalty fez bem o trabalho de pivô e ajeitou para Fabiano, que bateu bonito, diminuindo o placar e dando sobre vida a sua equipe: 3x1. Assim como na primeira etapa, o ENB estourou o limite de faltas permitidas por tempo (cinco por equipe) e dessa vez Yago pegou a bola, avançou e colocou no cantinho de Jeferson, que tocou na bola, mas não conseguiu evitar o gol que colocou fogo no final da partida.

Na saída de bola, veio o duro golpe. Desatento defensivamente, o Ajax viu Felipe levar até o fundo e rolar para trás. Douglas de frente pro gol fuzilou o goleiro, marcando seu segundo gol na partida, dando o primeiro título para o ENBFut.

Capitão Felipe levantou o caneco junto de seus companheiros. Foto: Jhonathan Jeferson
A premiação dos melhores do campeonato ficou assim:

Artilheiro: Lucas (ENBFut) - 12 gols
Melhor goleiro: Jeferson (ENBFUT7)
Craque da competição: Yago (Ajax FC)

Atacante fez gol do Gonçalense sobre o Botafogo; disputa por vaga no primeiro time com Marcos Denner é acirrada
Raí (de azul) durante treinamento do Gonçalense. Atacante está com moral na
pré-temporada. Foto: Gabriel Farias
Marcar gol sempre é bom, ainda mais quando se é atacante. Mas anotar um tento decisivo diante de um dos maiores clubes do país é realmente inesquecível. Raí viveu esse grande momento com a camisa do Gonçalense, ao marcar na vitória sobre o Botafogo, em jogo-treino, por 1 a 0. A atuação decisiva não sai da memória dele.

- Estamos trabalhando forte diariamente e colocando em prática aquilo que a comissão técnica tem nos passado. Eu fui feliz fazendo um gol muito importante pra gente. Gol sempre é gol, ainda mais contra o Botafogo, um dos grandes clubes do Brasil. Quero chegar bem na Série B para ajudar o Gonçalense com o acesso e o título através dos meus gols - projetou.

Na briga por um lugar no ataque do Gonçalense, Raí vai duelando de forma sadia com o experiente Marcos Denner. Um deles formará dupla com Sabão, que dificilmente não estará na escalação inicial no dia 7 de março, quando o Gonçalense vai enfrentar o Olaria, na abertura da Segundona.

- Todos querem estar no primeiro time, estar jogando de titular. Independente de quem seja, estamos bem servidos de atacantes, seja comigo, com o Marcos Denner, com o Talisson, o João... vai ser uma disputa boa e vai jogar quem estiver melhor. Quem entrar vai corresponder - garantiu Raí.

Equipe gonçalense segue na vice-liderança da Liga Rio Futsal na categoria sub-17
A Afase (de calção azul) arrancou o empate na segunda etapa da partida.
Foto: Divulgação/Afase.
A Afase (representante de São Gonçalo na Liga Rio Futsal) entrou em quadra para mais um desafio na tarde deste sábado (24), no Centro Esportivo Gonçalense, no bairro da Parada 40. Na categoria sub-17, o Leão recebeu o Montanha Club, líder da competição. O placar final apontou 2 a 2.

Mais compactada e coesa no primeiro tempo, a equipe do Montanha abriu vantagem na base da paciência. Foram dois gols marcados que deram certo conforto na metade final da partida. A Afase voltou do intervalo mais ligada e depois que conseguiu diminuir com Pedro, logo igualou com Marcelinho, definindo o marcador.

O resultado manteve a Afase na segunda posição da etapa classificatória, com 20 pontos conquistados. Com 24, o Montanha segue ocupando a ponta da tabela. O próximo jogo dos gonçalenses acontece no dia 2 de fevereiro, contra o Valqueire, fora de casa.

Sub-15 - Na preliminar, a Afase teve boa atuação, criou chances de abrir o marcador, mas acabou vendo o Montanha abrir dois gols de frente. Uma reação foi ensaiada com um gol no fim, mas não foi o suficiente para que o empate fosse alcançado. A Afase segue na luta por um lugar no G-4.

Setor defensivo recebeu cara nova, enquanto parte ofensiva contou com retorno de velhos conhecidos
Com duas semanas de treinamentos, time do SGFC vem passando por
mudanças. Foto: Divulgação/SGFC.
No primeiro jogo-treino do São Gonçalo FC na temporada - na derrota por 2 a 1 para o Boavista - o treinador Marquinhos Silva havia declarado que montaria a equipe na base da conversa, já que havia assumido o cargo com apenas um dia de treinamento pela frente antes do desafio. Depois de uma semana cheia de atividades, ele começou a demonstrar quais os jogadores que largam na frente na disputa por uma vaga nos onze iniciais.

O São Gonçalo FC voltou a campo para enfrentar a Cabofriense, na última sexta. Contra mais um adversário da Série A do Campeonato Carioca, os gonçalenses conquistaram um empate por 1 a 1, que pelo pouco tempo de preparação, foi recebido como um bom resultado.

Victor Hugo seguiu como dono da camisa um. Na defesa, Dreivison e Matheus foram mantidos nas laterais - o segundo ainda não tem um concorrente direto pela posição. Na zaga, a primeira alteração: antes formando dupla com Jefferson, Diego Mendes passou a ter a companhia de Rafael - recém contratado - no miolo de zaga.

A estrutura do time de Marquinhos Silva também sofreu mudanças no meio. Maykon segue como primeiro volante. Na contenção, Robertinho iniciou na vaga que antes era ocupada por Leo Moreno. Já a armação de jogadas ficou a cargo de Walber, que apareceu entre os titulares pela primeira vez, fazendo companhia a Guilherme. No ataque, mais mudanças. Waguinho e Somália passaram a formar a dupla ofensiva.

Chance para todos

Na segunda etapa uma formação totalmente diferente foi utilizada. Com diversos jogadores recebendo oportunidades, Marquinhos Silva observou reforços como o lateral-direito João Paulo e o volante Luciano. Leozinho, antes titular, ficou com a responsabilidade pela criação de jogadas. No ataque, Diego e Chayene, antes titulares, entraram na segunda metade da disputa.

A exemplo do que aconteceu no primeiro jogo-treino do ano, Felipe Camacho marcou o gol do São Gonçalo FC. O meia integrou o elenco vice-campeão da Série C em 2014, recebendo algumas chances durante a competição, quase sempre entrando no decorrer das partidas. Artilheiro da pré-temporada até aqui, ele prova que a disputa por posição no SGFC promete ser imprevisível.

Atacante vem se destacando na pré-temporada e adquirindo experiência com atletas mais rodados
Promovido da equipe sub-20, Talisson vem demonstrando potencial em meio
aos mais velhos. Foto: Gabriel Farias.
Não foi só em outros clubes que o Gonçalense detectou atletas importantes que pudessem reforçar seu elenco na Série B Estadual. Em sua própria categoria de base, o Tricolor encontrou peças valiosas como o lateral Walter, o goleiro Gabriel e o meia Saimon. Um jogador, no entanto, fez uma Série C Sub-20 acima da média e sobe para os profissionais cercado de expectativas. É o atacante Talisson, de apenas 19 anos.

Na Terceirona de Juniores ele anotou 12 gols em 12 partidas pelo Gonçalense. A média de um gol por jogo o credenciou para disputar uma vaga no time principal. O objetivo inicial, segundo Talisson, é aprender com os mais experientes. A partir daí, se as oportunidades aparecerem, ele promete agarrar.

- Graças a Deus fiz um bom Carioca Sub-20 sendo artilheiro. Fui visto pelo professor que já me conhecia, além do Joacir e do Thiago (presidente e vice), que estão me dando essa chance, e está sendo gratificante participar de um elenco profissional, que é a primeira vez - disse Talisson.

- Procuro dar o máximo nos treinamentos. Aprendo muito com o treinador, com a comissão e até com os jogadores mais velhos. Procuro observar o comportamento deles para quando minha oportunidade aparecer, eu fazer o melhor - completou.

Concorrência de peso

Talisson terá vida dura se quiser um lugar no time titular. Potencial ele já provou ter. Agora, resta encarar a disputa por posição com jogadores experientes como Marcos Denner e Raí, que vão brigando por um lugar entre os onze iniciais.

- Converso com o Raí e com o Marcos Denner para absorver a experiência que eles têm. Pude entrar contra o Botafogo e ter essa experiencia contra um time grande. Pude cooperar dentro de campo e procuro sempre conversar para saber onde me posiciono melhor e como render melhor pela equipe - disse Talisson, adotando o discurso do bem coletivo.

Talisson e todo o elenco do Gonçalense seguem em ritmo intenso de preparação. A estreia na Série B do Carioca acontece em 7 de março, contra o Olaria. O mando será do Tricolor, mas ainda sem local definido.

Lateral vem se destacando na pré-temporada e iniciou entre os titulares na partida contra o Alvinegro
Sales em ação contra o Bota. Lateral vem ganhando espaço no time titular.
Foto: Vitor Silva/SSPress.
O Gonçalense vem correspondendo durante a pré-temporada. Venceu quatro jogos e empatou outro. Um jogador que ganhou espaço durante as partidas foi o lateral-direito Sales, que em 2014 ficou a maior parte da Série C sendo suplente de Thiaguinho, até então titular incontestável.

Ao ser perguntado sobre a disputa por posição, Sales evitou focar na briga por posição com o colega de elenco, e preferiu ressaltar os feitos coletivos, como a vitória expressiva sobre o Botafogo.

- Esse período foi bom para entrosar mais a equipe durante a pré-temporada. Contra o Botafogo conseguimos um bom resultado, que nos deu moral. Agora temos que dar mais moral aos nossos treinos, focando na parte física e técnica, que o professor Emanoel e a comissão técnica vem passando para a gente.

O Gonçalense segue se preparando para a estreia na Série B, que acontece no dia 7 de março, contra o Olaria. Novos jogos-treino só devem ocorrer a partir da próxima semana.

Gonçalenses seguem em evolução após duas semanas de pré-temporada
O São Gonçalo, de vermelho, conseguiu o empate diante da Cabofriense.
Foto: Andreia Macial/Divulgação ADC.
Em mais um desafio na pré-temporada, o São Gonçalo Futebol Clube empatou com a Cabofriense por 1 a 1, em jogo-treino realizado nesta sexta-feira (23), no Centro de Treinamentos da CBV, em Saquarema. O time da Região dos Lagos saiu na frente no primeiro tempo, mas o SGFC igualou com Felipe Camacho, no segundo.

O treinador do São Gonçalo, Marquinhos Silva, promoveu algumas mudanças com relação à equipe que enfrentou o Boavista, há uma semana atrás. A formação inicial foi a seguinte: Victor Hugo; Dreivison, Diego Mendes, Rafael e Matheus; Maykon, Robertinho, Guilherme e Walber; Somália e Waguinho.

As alterações foram observadas principalmente no setor ofensivo, onde a dupla de ataque, antes formada por Chayene e Diego, só atuou na segunda etapa. Walber, titular durante a Série C do ano passado, retornou aos onze iniciais, na vaga que era de Leozinho.

No segundo tempo, o SGFC entrou com a seguinte escalação: Vinicius; João Paulo (Felipe Camacho), Jefferson, Maicon e Rodrigo (Rafael); Luciano, Leo Moreno, Ramon e Leozinho; Chayene e Diego.

Dirigente não esconde discurso otimista; objetivo de 2015 é chegar na Série A do próximo ano
Gonçalense derrubou o Botafogo e se encheu de otimismo para 2015.
Foto: Vitor Silva/SSPress.
O Gonçalense Futebol Clube nasceu em 2014 com o pensamento de dois anos depois, mais precisamente em 2016, chegar na elite do Rio de Janeiro. A primeira parte do objetivo foi cumprido. O Tricolor venceu a Série C do Rio e disputará a Segundona neste ano.

O clima de otimismo só aumentou após o jogo-treino contra o Botafogo, quando os comandados de Emanoel Sacramento surpreenderam o gigante carioca ao vencerem por 1 a 0. No que depender do presidente do clube, Joacir Thomaz, a primeira divisão será realidade em 2016. No programa Debate Esportivo Gonçalense, na Rádio Stillus 105,5 FM, ele ratificou o planejamento da agremiação.

- Vamos chegar na Série A e jogar contra os quatro grandes, sem menosprezar os outros times. Todos merecem nosso respeito. Vamos jogar contra o Botafogo mais uma vez, só que no ano que vem - disse Thomaz, que fez uma comparação curiosa.

- O cão farejador vai atrás de algo que está procurando. E nós queremos ser a quinta torcida muito em breve. Vamos tomar esse título do Goytacaz, que tem esse posto atualmente.

"Pedágio positivo"

Seguindo na linha das comparações, Joacir Thomaz afirmou que o Gonçalense estipulou um pedágio no município desde seu surgimento. Ele lembra que agora os atletas não precisam mais ir até outras cidades do Rio de Janeiro buscarem oportunidades no esporte mais popular do país.

- Hoje temos esse pedágio, que é o Gonçalense. O clube servirá para nossos jogadores. Os jovens não precisam mais se deslocar até Xerém, Itaguaí ou Vargem Grande - enumerou o mandatário, lembrando das localidades dos Centros de Treinamentos de clubes como Fluminense, Vasco e Flamengo.

Colaborou Rennan Rebello (Blog EsporteGrafia)

Período antes da Copa Rio seria aproveitado para manter jogadores em atividade
Joacir Thomaz e Emanoel Sacramento falaram sobre possível viagem ao
México em 2015. Foto: Futebol Gonçalense.
Mesmo com pouco tempo desde sua fundação, o Gonçalense sonha com voos altos. A diretoria traçou o acesso como meta na Série B Estadual e se tudo der certo, a comemoração pode ser no México, numa turnê de amistosos festivos. A possibilidade surgiu e a direção do clube vem tratando do assunto com cautela.

- Existe uma situação que está muito perto de acontecer. Temos um convite de um pessoal do México. Acabando a Série B, antes da Copa Rio, podemos fazer essa viagem - disse o presidente do Gonçalense, Joacir Thomaz, no programa Debate Esportivo Gonçalense, na Rádio Stillus 105,5 FM.

A aproximação entre Gonçalense e o país da América do Norte está sendo estreitado pelo treinador da equipe, Emanoel Sacramento. Em seus tempos de jogador, ele passou um grande período vestindo camisas de times mexicanos.

- Tenho muitos amigos no México, joguei lá por muito tempo e podemos passar um mês lá jogando contra equipes como Necaxa e Pachuca, times em que passei e que deixei grandes amigos - explicou Sacramento.

O Gonçalense disputa a Série B Estadual entre março e julho desta temporada. Os amistosos poderiam ser disputados antes da Copa Rio, para a qual o Tricolor está classificado por ser o campeão da Série C, e que costuma ter início entre agosto e setembro.

Colaborou Rennan Rebelo (Blog EsporteGrafia)

Goleiro acredita em evolução na partida contra a Cabofriense, programada para a próxima sexta
Victor acredita em São Gonçalo FC mais entrosado já nessa segunda semana.
Foto: Divulgação/SGFC.
A primeira semana de pré-temporada do São Gonçalo FC foi intensa. Dentro e fora de campo, novidades surgiram aos montes. Tiveram reforços sendo confirmados, treinador deixando o cargo com apenas três dias de atividades e um novo assumindo de maneira repentina. Tudo isso, no entanto, ficou para trás. A partir de agora, o goleiro Victor acredita num ambiente tranquilo e com os atletas focados na Série B.

- Foi uma semana para conhecer os novos companheiros de equipe. Com a troca de treinador só teve a quinta-feira para ele fazer um treino de posicionamento para o amistoso contra o Boavista - lembrou o camisa um.

Diante do Verdão de Saquarema, o SGFC foi derrotado por 2 a 1, no entanto a perspectiva é de um futuro positivo. Na sexta, os gonçalenses voltam a enfrentar um clube da elite estadual. Surpreender é o lema do São Gonçalo diante da Cabofriense.

- Estamos tendo uma semana cheia agora, com mais tempo para se adaptar à nova formação e creio que haja uma evolução em nosso time no jogo-treino contra a Cabofriense - completou Victor.

Pela Série B, o São Gonçalo FC estreia no dia 7 de março, contra o Ceres, no estádio João Francisco, em Bangu.

Zagueiro Jefferson também falou sobre atuação da equipe no primeiro jogo-treino do ano, diante do Boavista
Marquinhos Silva (ao centro) adquiriu a confiança do elenco do SGFC
rapidamente. Foto: Vitor Costa/FutRio.
Novo treinador do São Gonçalo FC, Marquinhos Silva assumiu a missão na base do susto. Ele estava escalado para ser auxiliar de Chiquinho Carioca, que acabou se desligando do cargo no terceiro dia de pré-temporada. Apesar do pouco tempo em que está executado a função de comandante, Marquinhos parece estar agradando os atletas.

O zagueiro Jefferson chegou a fazer uma comparação entre Marquinhos Silva e Marcus Cravo, que treinou a equipe na Série C Estadual em 2014 e se destacou como um treinador acostumado a surpreender os adversários.

- O Marquinhos é um ótimo treinador e seu esquema de treinamento é bem parecido com o do Marcus. A rapaziada está muito à vontade. A tendência é só melhorar. Essas duas primeiras semanas estão sendo maravilhosas e contra a Cabofriense vamos nos sair muito bem - disse Jefferson, que vem formando a dupla de zaga titular com Diego Mendes, assim como na temporada passada.

O compromisso a que Jefferson se refere, contra a Cabofriense, será na próxima sexta-feira (23), no Centro de Treinamentos da CBV, em Saquarema. No primeiro teste, na semana passada, o SGFC foi superado pelo Boavista, por 2 a 1, mas o balanço entre jogadores e comissão técnica foi positivo.

- Nossa atuação contra o Boavista foi muito boa. Tivemos poucos dias para treinar, mas surpreendemos o Boavista com um forte esquema tático que o professor Marquinhos treinou em apenas um dia. Claro que sentimos a parte física, mas superamos na vontade.

Comparação não incomoda

Ser comparado ao seu antecessor não traz nenhum tipo de embaraço para Marquinhos Silva. O treinador chegou ao São Gonçalo FC justamente com o aval de Marcus Cravo.

- Quando acertei com o São Gonçalo FC o Marcus foi um dos que me indicou. Espero dar prosseguimento ao bom trabalho que passou pelas mãos dele - disse o novo técnico logo que assumiu o posto.