Centroavante fechou ano de 2013 com bons números com a camisa rubro-negra, mas não foi aproveitado no elenco profissional
Em grande fase, Edu já marcou 15 gols na Série C Estadual pelo SGFC.
Foto: Divulgação.
Tradicional competição do futebol de base do Rio de Janeiro, o Torneio Otávio Pinto Guimarães teve um nome absoluto na edição de 2013. Edu, hoje no São Gonçalo FC, brilhou com a camisa do Flamengo e anotou 11 gols, sendo o artilheiro do campeonato. Mesmo assim, o atleta não conseguiu ser promovido para o time principal de um dos maiores clubes do Brasil.

Ao mesmo tempo que vivia uma fase de decepção em sua carreira, sem ter seu vínculo prorrogado com o Flamengo, Edu se tornou pai. O nascimento do primeiro filho foi o combustível para dar a volta por cima. Pelo São Gonçalo FC, já são 15 gols marcados em 14 jogos, numa média de impor respeito na Série C Estadual.

- Ter saído do Flamengo não foi uma derrota, mas uma queda grande na carreira. Estava bem e não sei o que aconteceu. Mas tenho que trabalhar para voltar pra lá ou para outro clube grande. Falei com meu pai que precisava de um tempo para mim, para refletir. Ele me deu muita força, me deu tempo para pensar. Depois de cinco meses parado, pedi para treinar no clube (SGFC) e manter a forma. O Fabio (Raulino, diretor executivo) pediu para eu fechar e ir devagar. Fiquei três jogos no banco e fui crescendo. Estou feliz de poder ajudar os companheiros e o clube a construir sua história. Deus vai nos abençoar - disse Edu, para em seguida, falar sobre o filho.

- Só se descobre o verdadeiro sentido da vida quando se tem um filho. Procuro sempre dar o meu máximo. Quero deitar a cabeça no travesseiro e saber que tenho feito meu papel. Futuramente quero ensinar as coisas boas da vida a ele. Quero ensinar os caminhos de vitória - concluiu.

Por falar em vitória, o São Gonçalo está próximo de conquistar um grande objetivo neste domingo (31). Se vencer o Itaboraí no Alziro de Almeida e o São Cristóvão tropeçar contra o São Pedro, a equipe gonçalense irá sacramentar o acesso à Série B Estadual.

Zagueiro espera que São Gonçalo FC finalmente perca na Série C e com isso, permita aproximação de sua equipe
Evair acredita em vitória que aproximaria Itaboraí da liderança da chave.
Foto: Gabriel Farias.
Em busca da liderança do Grupo G da Série C Estadual, o Itaboraí enfrenta neste domingo (31), justamente o time que a detém no momento. A Águia precisa vencer o São Gonçalo FC para ficar a um ponto de distância do adversário e com isso, siga sonhando com a vaga direta de acesso.

- Não sei se chegou a hora de eles tropeçaram, mas nós vamos fazer de tudo para conseguir a vitória dentro da nossa casa. Respeitando o adversário, até porque eles não chegaram nessa campanha a toa - disse o zagueiro Evair, lembrando os números do São Gonçalo FC, que ainda não perdeu na Terceirona.

O confronto entre Itaboraí e São Gonçalo acontece neste domingo, dia 31, no estádio Alziro de Almeida, em Itaboraí, às 15h. Os gonçalenses lideram o Grupo G com 22 pontos, com a ADI logo atrás, com 18.

Equipe gonçalense venceu quase todos os seus compromissos longe de seus domínios
GRANDE CAMPANHA! Fora de casa, SGFC acumula grandes resultados.
Foto: Divulgação SGFC.
Invicto nos 14 jogos disputados até aqui na Série C do Campeonato Carioca, o São Gonçalo FC, além de ser um mandante implacável, também demonstra a mesma força quando atua fora de casa. E é justamente longe de seus domínios, no próximo domingo (31), que os gonçalenses podem carimbar o acesso à Segunda Divisão. Para isso, precisa vencer o Itaboraí e torcer para que o São Cristóvão tropece diante do São Pedro.

Ao analisar os números do São Gonçalo atuando como visitante, a tendência é que o otimismo cresça dentro da equipe. Em 7 jogos disputados na Terceirona, foram 6 vitórias e apenas 1 empate. Campanha idêntica ao do desempenho como anfitrião. O ataque marcou 15 vezes no campo adversário, enquanto a zaga sofreu apenas cinco gols.

Campanha do São Gonçalo FC fora de casa

1ª Fase
2x1 Teresópolis
2x1 Esprof
5x2 União Central

2ª Fase
1x0 Artsul
2x0 Esprof
3x1 Duque Caxiense
0x0 Arraial do Cabo

Chama a atenção também o melhor aproveitamento da defesa justamente na etapa mais complicada da Série C. Enquanto na primeira fase a retaguarda foi vazada por quatro vezes em três jogos fora, na segunda fase foi apenas um gol sofrido em quatro confrontos em território inimigo.

Itaboraí: força no alçapão

Se o São Gonçalo FC é o melhor visitante da competição, o Itaboraí é um dos melhores mandantes. Em oito jogos no Alzirão, foram sete vitórias e apenas uma derrota - para o Arraial do Cabo - ainda na primeira fase. Outro ponto que conta a favor da Águia é o apoio da torcida. O Itaboraí é um dos poucos clubes da Série C que têm seu estádio liberado para a entrada de público.

Serão três confrontos movimentando a fase de classificação no bairro de Santa Izabel
O Karanba B tentará manter a liderança do Grupo A contra o Incor.
Foto: Gabriel Farias.
A Copa da Amizade Infantil segue sua disputa neste sábado (30), no Campo do Cordeiros, em Santa Izabel. Três partidas serão realizadas pelo Grupo A da competição, único que terá bola rolando. Os embates começam às 8h, com o líder Karanba B, que tentará se manter no topo da tabela, além do 100% de aproveitamento diante do Incor.

Na sequência, às 9h30, o Dom Ricardo tenta entrar no G-4 pela primeira vez, depois de um empate e uma derrota. O adversário será o Performance, vice-líder e que vem embalado por uma vitória sobre o Nova Geração. Por último, às 11h, o Real vai em busca de sua primeira vitória na competição contra o Mauá, que tenta se recuperar de revés para o Karanba B.

Outra competição que terá bola rolando no Cordeiros, só que no domingo (31), será o Campeonato Gonçalense Júnior. Em disputa, a quinta e última rodada da primeira fase. O Palmeirinha precisa de uma vitória por dois gols de diferença sobre o Dom Ricardo, às 10h, para avançar. Às 12h, os já classificados Cacaral e Juventude lutam pela liderança.

Capitão da equipe pede respeito ao adversário, que está praticamente sem chances de acesso
Thiaguinho projetou "três decisões" nessa reta final da Série C Estadual.
Foto: Gabriel Farias.
Para o Gonçalense muita coisa estará em jogo. A liderança do Grupo F, por exemplo, que pode ser alcançada com uma vitória combinada a um tropeço do Barcelona. Para o Duque Caxiense, porém, o confronto de domingo (31), pela nona rodada da Série C, segunda fase, pouco tem valor. Por isso, o Tricolor é o grande favorito na Rua Bariri.

Apesar do quadro favorável, o clima no Gonçalense é de total concentração. O objetivo é evitar uma surpresa desagradável. O lateral-direito Thiaguinho, capitão do time, fez uso de sua liderança para alertar seus companheiros em mais esse compromisso de vital importância para o acesso.

- Será um jogo difícil. Nesta Série C não tem jogo fácil, ainda mais nessa fase. Para nós pode valer a liderança, enquanto para eles, em caso de derrota, estarão fora da briga. Vamos dar nosso melhor para conquistar a vitória no domingo, sempre respeitando o adversário - declarou Thiaguinho.

- Nosso grupo está totalmente nessa reta final. Serão três decisões. Não podemos pensar em outra coisa, a não ser no resultado positivo. Vamos lutar até o fim para terminarmos na liderança de nossa chave e conquistarmos o acesso de maneira direta - finalizou.

Equipe terá grande chance de encostar na liderança e adiar definição de quem fica com a vaga direta de acesso
Chico Marcelo elogiou campanha do SGFC, mas acredita em vitória da ADI.
Foto: Gabriel Farias.
Tudo ou nada. Esse será o sentimento do Itaboraí, neste domingo (31), quando entrar em campo no estádio Alziro de Almeida, para enfrentar o São Gonçalo FC. Se vencer, a Águia ficará a um ponto dos gonçalenses e terá mais duas rodadas para tentar tomar a liderança do adversário e assim, garantir uma da vagas de acesso à Segundona sem a necessidade de repescagem.

Por outro lado, se um empate deixa o sonho quase impossível de se tornar realidade, a derrota decretará o fim das esperanças. Ter que impor a primeira derrota ao São Gonçalo FC na Série C, fato que ainda não aconteceu em 14 jogos, é difícil, mas não parece ser algo impossível na cabeça dos jogadores do Itaboraí.

- Esperamos que eles finalmente percam um jogo, mas sabemos da grande campanha deles, que ainda não foram derrotados, e reconhecemos o favoritismo. Independente disso, vamos fazer de tudo para vencer e buscar o primeiro lugar - disse o meia Chico Marcelo.

Elenco tricolor se reapresentou somente na quarta-feira; equipe busca retomar a liderança de sua chave
Elenco do Gonçalense se reapresentou na última quarta, na Rua Bariri.
Foto: Müller Souza/Divulgação.
Depois de três jogos disputados num período de sete dias, nada como um bom descanso para recarregar as baterias visando as três semanas decisivas que encerrarão a segunda fase da Série C Estadual. O Gonçalense jogou no domingo (31), contra o Artsul, ganhou dois dias de folga, e só na última quarta (27) se reapresentou.

O elenco tricolor alternou trabalhos táticos e técnicos no estádio Mourão Filho, na Rua Bariri, em Olaria, casa do Gonçalense na reta final da Terceirona. Um mini coletivo, em campo reduzido, também foi realizado. O treinador Emanoel Sacramento terá até o próximo sábado para definir qual formação entrará em campo para enfrentar o Duque Caxiense, no dia seguinte, às 15h.

O time do Jardim Catarina vai em busca da liderança do Grupo G. O Barcelona lidera com 15 pontos, um a mais que os gonçalenses. O time de Jacarepaguá enfrentará a Esprof, no João Francisco, em Bangu.

Equipe gonçalense está muito próxima de conquistar uma vaga no segundo pelotão do futebol estadual em 2015
Ramon ressaltou esforço da equipe na vitória sobre o São Cristóvão.
Foto: Gabriel Farias.
O próximo domingo, dia 31, pode ser histórico para o São Gonçalo FC. Em seu terceiro ano disputando a Série C, o clube pode enfim conquistar o acesso à Segundona. Para isso, precisa vencer o Itaboraí, fora de casa, e torcer por ao menos por um empate do São Cristóvão contra o São Pedro.

O clima entre os jogadores parece ser de otimismo, principalmente após a suada vitória sobre o São Cristóvão, por 1 a 0, com gol de Edu no fim. Ramon, que atuou na lateral-esquerda, participou ativamente do lance, dando o passe para o camisa nove e falou sobre a importância do resultado.

- Esse jogo foi a prova de que nenhum jogo é impossível. Tem que batalhar, lutar e dar a vida. Esse gol todos viram que é fruto do coletivo e da entrega desse time - destacou, para em seguida, projetar o confronto contra o Itaboraí.

- Essa semana tem mais uma batalha e vamos trabalhar com humildade para chegar no próximo jogo, fazer o melhor e se Deus quiser sair com mais uma vitória.

São Gonçalo FC e Itaboraí se enfrentam no próximo domingo (31), no estádio Alziro de Almeida, casa da Águia, às 15h.

Azulão precisa vencer gonçalenses, no confronto direto, para seguir sonhando com vaga direta na Série B
Filipinho queria tropeço do São Gonçalo FC, mas manteve a fé na liderança.
Foto: Gabriel Farias.
Está difícil, mas não impossível. E para tornar o sonho do acesso ainda mais viável, o Itaboraí terá um grande desafio pela frente. Vice-líder do Grupo G, a Águia precisa vencer o primeiro colocado, o São Gonçalo FC, no estádio Alziro de Almeida, no domingo, às 15h.

Se conseguir o triunfo, o Azulão ficará a um ponto do SGFC, restando duas rodadas para o fim da segunda fase. Quem terminar no topo da classificação garante uma vaga direta na Série B de 2015, sem necessidade de disputar a repescagem.

Atacante do Itaboraí, Filipinho admitiu que o elenco itaboraiense contava com um tropeço do São Gonçalo contra o São Cristóvão, no último domingo, fato que ia se confirmando até os 47 minutos do segundo tempo, quando Edu fez o gol da vitória.

- Esperávamos um empate lá, mas não deu. Em partes o objetivo era esse mesmo, ultrapassar um dos dois, e conseguimos. Agora é buscar essa vitória contra o São Gonçalo que pode nos colocar bem próximos da liderança - declarou Filipinho.

Para postergar a briga pela liderança, o Itaboraí precisará se impor dentro de casa e ocasionar a primeira derrota do São Gonçalo FC na Série C Estadual. Em 14 jogos, os gonçalenses ganharam 12 e empataram dois.

Equipes ocupam as primeiras colocações do Grupo F e ainda se enfrentarão no dia 7 de setembro
Gonçalense e Barcelona lutam pela primeira colocação do Grupo F da Série C.
Imagem: Futebol Gonçalense.
Restam três rodadas para o fim da segunda fase da Série C Estadual. Ao final dela, os dois times que terminarem nas lideranças de cada chave, garantem acesso à Série B e ainda carimbam passaporte à decisão da Terceirona. No Grupo F, tudo indica que a vaga direta ficará entre Barcelona e Gonçalense.

O Barça de Jacarepaguá é o primeiro colocado com o passar de oito rodadas, com 15 pontos somados. O Tricolor Metropolitano está no encalço, com 14. O confronto que promete definir essa disputa acontece no dia 7 de setembro. No Eustáquio Marques, em Curicica, o Barcelona receberá o Gonçalense, às 11h.

O duelo entre os dois times ganha ainda mais importância quando analisadas as tabelas de cada um. O Barcelona, além do Gonçalense, terá pela frente a Esprof e o Santa Cruz, oponentes que fazem campanhas fracas na segunda fase. Mesmo caso do Tricolor, que além do confronto direto, pegará o Duque Caxiense e a Esprof, ambos virtualmente eliminados.

Contra conterrâneos do Gonçalense, Barcelona tem 50% de aproveitamento

Quatro. Esse foi o número de vezes que o Barcelona esteve frente à frente contra outros clubes do leste fluminense nesta Série C. Três delas foram contra o Itaboraí, com duas vitórias (ambas em casa, por 2 a 1) e uma derrota (por 5 a 0, no Alzirão). Diante do São Gonçalo FC, novo revés por placar elástico (4 a 1, no Carlos Gonçalves).

Adversários restantes

Gonçalense x Duque Caxiense (31/08, Rua Bariri)
Gonçalense x Barcelona (07/09, Eustáquio Marques)
Gonçalense x Esprof (14/09, Rua Bariri)

Barcelona x Esprof (31/08, João Francisco)
Barcelona x Gonçalense (07/09, Eustáquio Marques)
Barcelona x Santa Cruz (14/09, Nielsen Louzada)

VEJA TAMBÉM:

Classificação do Campeonato Carioca Série C

Treinador fez análise do jogo divergente a do treinador Marcus Cravo, do SGFC, mas teceu elogios ao artilheiro da Terceirona
Roy fez elogios a Edu, o qual chamou de "atacante que faz a diferença".
Foto: Vitor Costa/FutRio.
O São Cristóvão tem no São Gonçalo FC sua asa negra. Em três jogos disputados entre as equipes juntando as edições de 2013 e 2014 da Série C Estadual, são três derrotas acumuladas pelos cadetes. A última delas, no domingo passado, por 1 a 0. Edu fez o gol decisivo aos 47 minutos da eta final.

O resultado fez o São Gonçalo FC disparar na liderança do Grupo G, com 22 pontos, colocando um pé na Série B de 2015. Por sua vez, o São Cristóvão terá que se esforçar para manter um lugar no G-3 e ir para a repescagem, disputar mais dois jogos pelo acesso.

Treinador do São Cri-Cri, Antonio Carlos Roy, em entrevista ao site FutRio, reconheceu a qualidade do atacante Edu, que segundo sua análise, fez a diferença.

- Eles se fecharam o tempo todo, se defenderam, mas têm um atacante que faz a diferença, que é o Edu, e mais uma vez ele fez. Acho até que ele fez o suporte em cima do meu zagueiro, mas ele não poderia ter deixado ele rodar. O Edu foi muito feliz e matou o jogo na única oportunidade que ele teve - comentou, fazendo uma análise mais ampla da partida na sequência.

- Contra o São Gonçalo, mesmo jogando fora de casa nós tivemos em cima do adversário. Claro que foi um jogo disputado, de disputa corporal, mas os caras acharam uma bola e fizeram. Nós tivemos três chances logo no início do jogo e não fizemos - completou Roy.

Análises divergentes

Ao site Futebol Gonçalense, no final da partida, o treinador do São Gonçalo FC, Marcus Cravo, foi na via completamente oposta a do colega de profissão e salientou que as melhores chances foram criadas pelo seu time, que até o lance fatal de Edu, não havia demonstrado tranquilidade para sair na frente.

Eles não tiveram uma chance clara. Nós tivemos duas oportunidades. Uma com o Ramon, que ele poderia ter decidido. A outra com o Edu, que é o artilheiro, que teve a calma necessária e decidiu. E isso faz a diferença.

São Gonçalo FC e São Cristóvão voltam a campo no domingo (31). Os gonçalenses visitam o Itaboraí, no Alziro de Almeida. Os cadetes recebem, no Eustáquio Marques, o São Pedro.

No último lance da partida, jogadores optaram por fazer algo diferente da orientação passada pelo treinador Marcus Cravo
Walber, camisa 10, deu ótimo lançamento para Edu marcar o gol decisivo.
Foto: Divulgação SGFC.
No último domingo o São Gonçalo FC conquistou uma vitória pra lá de importante diante do São Cristóvão. O resultado positivo, por 1 a 0, deixou os gonçalenses bem perto do acesso à Série B. Isso foi possível graças ao gol de Edu aos 47 minutos da segunda etapa.

Mas poderia ter sido diferente. O meia Walber, que fez o lançamento para o camisa nove, revelou que a orientação do treinador Marcus Cravo, no momento da batida, foi outra, mas que acabou não sendo cumprida "na adrenalina" da partida, que estava em seus momentos finais.

- Foi uma jogada rápida, onde o Marcus queria que esperássemos um pouco para bater e chamou o Diego (Mendes). O Dreivison resolveu dar a bola em mim na lateral e pude fazer um grande lançamento, o Edu dominou bem, tabelou com o Ramon e fez um belo gol. Dentro de campo, na adrenalina, acabamos fazendo o que dá na cabeça e fomos felizes, conseguindo mais um resultado positivo - explicou o camisa 10.

Diante do Itaboraí, no próximo domingo (31), o São Gonçalo pode até garantir o acesso com duas rodadas de antecedência para o fim da segunda fase, mas para isso, obrigatoriamente, precisa vencer.

- A equipe do Itaboraí é muito boa e vamos ter essa semana para trabalhar em cima desse jogo. Apesar de ser na casa deles vamos lá para buscar os três pontos e quem sabe já conseguir o acesso - garantiu Walber.

Atacante entrou ainda no primeiro tempo da partida contra o Serrano e cumpriu papel importante na vitória de seu time
Bicão entrou bem e marcou um dos gols do Itaboraí sobre o Serrano.
Foto: Gabriel Farias.
Jogador de lado de campo, responsável por imprimir velocidade e arriscar dribles que desmontem o sistema defensivo adversário, Bicão teve uma atuação de destaque na vitória do Itaboraí por 3 a 0, sobre o Serrano, no último domingo. Ele marcou o segundo gol da equipe em chute de fora da área e admitiu que não é muito a sua praia.

- Nem sou muito de chutar, mas acabei tentando e fui feliz. Consegui marcar um belo gol nesse chute de longe - admitiu.

Bicão havia se firmado entre os titulares do Itaboraí, na primeira fase da Série C, até que um problema de saúde o tirou de atividade. Retornando aos poucos, vai conseguindo demonstrar sua importância novamente.

- Infelizmente acabei ficando um tempo de fora para arrancar um dente e isso me afastou da equipe, mas pude voltar bem e ajudar o time com esse resultado importante, me movimentando bem e marcando gol - completou Bicão.

O Itaboraí volta a campo no próximo domingo (31), no estádio Alziro de Almeida, onde recebe o São Gonçalo FC, às 15h. A Águia precisa vencer para ficar a um ponto dos gonçalenses, que lideram o Grupo G, com 22 pontos.

Gonçalenses podem confirmar acesso e vaga na final no próximo domingo
Marcus Cravo quer frear ansiedade de seus comandados na Série C.
Foto: Divulgação SGFC.
Há um passo do paraíso. Nesse caso, a "terra prometida" do São Gonçalo FC é a Série B Estadual de 2015. E para chegar lá, falta pouco. Liderando o Grupo G da Terceirona com 22 pontos, quatro a mais que o vice-líder Itaboraí, o time do treinador Marcus Cravo pode garantir a vaga se vencer o confronto direto contra a Águia, no domingo (31), e o São Cristóvão tropeçar contra o São Pedro.

Estar tão perto do objetivo pode gerar uma ansiedade que venha a atrapalhar a equipe e é justamente nesse ponto que o treinador do São Gonçalo vai atuar nos treinamentos da semana. De antemão, pediu calma aos jogadores.

- É ter calma. São três jogos e esse (contra o Itaboraí) vai ser difícil, contra um time muito qualificado, pesado, com uma bola parada muito eficiente. São jogadores de estatura boa. Agora, o São Gonçalo só chegou até aqui porque entrou sempre para vencer e agora não podemos mudar. Vamos para lá respeitando eles, mas buscando a vitória - disse Cravo, evitando uma postura mais conservadora no momento mais agudo do campeonato.

VEJA TAMBÉM:

Classificação do Campeonato Carioca Série C

Sobre o confronto diante do São Cristóvão, vencido por 1 a 0 no último domingo e que deu esse conforto ao SGFC, Marcus Cravo salientou que, num duelo tão equilibrado, prevaleceu quem chegou mais perto do gol.

- Eles não tiveram uma chance clara. Nós tivemos duas oportunidades. Uma com o Ramon, que ele poderia ter decidido. A outra com o Edu, que é o artilheiro, que teve a calma necessária e decidiu. E isso faz a diferença.

Maestro neutralizado

Para não deixar que o São Cristóvão tivesse volume ofensivo, o treinador do São Gonçalo FC trabalhou uma marcação especial em cima do camisa 10 cadete, Glauber. O experiente meia, que ganhou projeção no futebol carioca vestindo as camisas de Volta Redonda e Botafogo, era uma preocupação.

- São duas situações. Ele é o articulador, jogador de primeira divisão e de muita qualidade. Se deixar pensar ele municia os dois atacantes que também são de qualidade. Então tentamos dificultar o trabalho dele, diminuindo os espaços. E deu certo - terminou Cravo.

O São Gonçalo FC enfrenta o Itaboraí no domingo, dia 31, no estádio Alziro de Almeida, casa do adversário, às 15h. No mesmo horário, no Eustáquio Marques, o São Cristóvão manda seu compromisso diante do São Pedro.

Tricolor tem na teoria, compromisso fácil diante do time da Baixada Fluminense, virtualmente eliminado da Terceirona
Alemão quer Gonçalense atento a uma possível surpresa contra os caxienses.
Foto: Müller Souza/Divulgação GFC.
De um lado o Gonçalense, vice-líder do Grupo F da Série C Estadual, com 14 pontos e lutando por uma vaga direta na Segunda Divisão de 2015. Do outro, o Duque Caxiense, com apenas dois pontos conquistados em oito partidas na segunda fase. A eliminação é quase uma realidade.

Mesmo com todos os ingredientes a favor, o sinal de alerta no Tricolor está ligado para que surpresas não aconteçam no domingo (31), na Rua Bariri, em Olaria, conforme disse o zagueiro Alemão.

- É um jogo bastante importante para nosso time e temos que tomar cuidado para não sermos surpreendidos. Temos que focar no nosso objetivo que é a Série B. É realizar o trabalho que nosso treinador vem nos passando. Se Deus quiser nós sairemos com a vitória - resumiu o defensor, que destacou a união do grupo, que ficou bem visível na vitória sobre o Artsul, por 4 a 1.

- Essa vitória fora de casa resume a união do nosso elenco e a confiança que a comissão tem nos dado. Conseguimos fazer um excelente trabalho, que realçou essa vitória tão importante a essa altura do campeonato - completou.

Retrospecto - Na primeira fase da Série C, Gonçalense e Duque Caxiense se enfrentaram por duas vezes. No Telê Santana, empate por 1 a 1. Em Rio Bonito, no José Alves Ventura, goleada tricolor por 4 a 0.

Tricolor Metropolitano terá que esperar até o fim de semana para tentar ultrapassar novamente o time de Jacarepaguá
O Barcelona (de amarelo) venceu o Duque Caxiense, virtual eliminado.
Foto: Anderson Lima (FutRio).
Em jogo atrasado da oitava rodada da segunda fase do Campeonato Carioca Série C, o Barcelona foi até o Telê Santana, em Duque de Caxias, e bateu o time da casa, o Duque Caxiense, por 2 a 1, na tarde desta terça-feira (26). Igor e Filipe Silva fizeram os gols que recolocaram o Barça na liderança do Grupo F, com 15 pontos.

Quem não foi favorecido pelo resultado foi o Gonçalense, que havia goleada o Artsul por 4 a 1, no domingo, e ocupava provisoriamente a liderança da chave. Com a derrota, o Tricolor segue a caça ao Barcelona. O clube do Jardim Catarina possui 14 pontos, apenas um atrás do primeiro colocado.

A antepenúltima rodada da segunda fase da Série C acontece no próximo domingo, dia 31. O Gonçalense, na Rua Bariri, em Olaria, receberá o virtualmente eliminado Duque Caxiense. O Barcelona vai até o João Francisco, em Bangu, enfrentar outra equipe sem muitas pretensões na competição, a Esprof.

VEJA TAMBÉM:

Classificação do Campeonato Carioca Série C

Resta uma rodada para a definição de quais serão os outros cinco times que avançarão
O Manilhense venceu o Areal e garantiu classificação às quartas de final.
Foto: Divulgação LDI.
A segunda rodada da fase classificatória do Campeonato Municipal de Futebol para Veteranos em Itaboraí, foi disputada no último domingo, com a realização de seis jogos. Restando uma rodada para o fim da primeira etapa da competição, três dos oito clubes que disputarão as quartas de final estão definidos: União, Manilhense e São José.

O União, que lidera o Grupo A com 6 pontos, venceu o Reencontro, em Areal, por 1 a 0. Em segundo e também com vaga garantida nas quartas, está o Manilhense, que possui 6 pontos, mas fica atrás no saldo de gols. No domingo, a equipe bateu o Areal, por 1 a 0, em Manilha.

No Grupo B, o São José, na liderança com 6 pontos, superou o Encontro, em Visconde, e também se garantiu nas quartas de final com uma rodada de antecedência. Em segundo está o Itambi, que depois de estrear com derrota, se recuperou ao derrotar o Nova Cidade, por 4 a 1, em Nova Cidade.

Por fim, na Chave C, o Ferroviário manteve a ponta mesmo empatando por 2 a 2 com a Ponte Preta, vice-líder, no campo do Esperança. O Real goleou o Três Pontes em São José, por 4 a 1, e se aproximou dos líderes e da vaga na etapa eliminatória.

A terceira e decisiva rodada do Municipal de Veteranos em Itaboraí acontece no domingo (31), com os seguintes confrontos, todos às 9h: Areal x Reencontro (Areal), União x Manilhense (Ferroviário), São José x Nova Cidade (São José), Itambi x Encontro (Itambi), Real x Ferroviário (Real), Ponte Preta x Três Pontes (Esperança).

Águia tenta impor primeira derrota dos gonçalenses na Terceirona e consequentemente, adiar definição da primeira colocação da chave
Paulo Cesar Teixeira atribuiu favoritismo do clássico local ao São Gonçalo FC.
Foto: Gabriel Farias.
Quando todos apostavam que São Gonçalo FC e São Cristóvão disputariam até o final da segunda fase a liderança do Grupo G da Série C Estadual e consequentemente, a vaga direta de acesso, eis que o Itaboraí apareceu entre os dois. A Águia é a nova vice-líder da chave, com 18 pontos, quatro a menos que os gonçalenses e dois a mais que os cadetes.

Apesar da diferença que o separa do São Gonçalo FC - quatro pontos para serem descontados em três jogos - o Itaboraí terá uma chance de ouro no próximo domingo (31), quando recebe o próprio SGFC no estádio Alziro de Almeida, seu alçapão. Para isso, precisa derrotar o único time que ainda não sabe o que é perder no campeonato. São 14 jogos de invencibilidade do São Gonçalo.

Diante das circunstâncias, o treinador do Itaboraí, Paulo Cesar Teixeira, reconheceu o favoritismo do adversário. O maior conhecimento do rival sobre a competição, também foi citado como fator de desequilíbrio.

- O São Gonçalo é o favorito pela grande campanha que estão fazendo e por conhecerem melhor a competição. É o terceiro ano seguido que eles estão disputando, enquanto nós estamos debutando, entendendo o campeonato (na verdade, a AD Itaboraí está estreando nesse formato da Série C, tendo disputado a Série C em outras oportunidades).

Cansaço atrapalhou desempenho contra o Serrano

O Itaboraí passou com tranquilidade pelo Serrano, no último domingo, pelo placar de 3 a 0. Mas a atuação no primeiro tempo, apática em sua maior parte, chegou a preocupar. Tanto que Paulo Cesar Teixeira substituiu logo aos 20 minutos, o zagueiro Ricardo pelo atacante Bicão, para dar mais impeto ofensivo ao seu time.

A medida deu certo. Depois de Pedro abrir o placar em bola parada no primeiro tempo, o próprio Bicão e Rudi, fecharam a contagem na etapa complementar.

- É um campeonato difícil, de jogos difíceis. A equipe também sentiu o cansaço pela sequência de três jogos em uma semana, com pouco tempo para recuperar. Até por isso teve essa sonolência no primeiro tempo - justificou Teixeira, que salientou o poder de seu elenco.

- Temos um grupo qualificado e colocamos o Bicão, que nem é reserva. O time melhorou e conseguiu construir o resultado - completou.

Itaboraí e São Gonçalo FC se enfrentam no próximo domingo (31), no Alzirão, às 15h. Se vencer, o Itaboraí fica a um ponto do líder. Se perder, o Azulão ficará sem chances de alcançar a primeira posição e terá que focar na disputa da repescagem. Empate mantém a disputa em aberto.